Are you a motorist? Visit enistation.com
 
Your business,
our energy.
eni oil products

A Eni é uma companhia de energia empenhada no crescimento da exploração, produção, transporte, transformação e distribuição de petróleo e gás natural. Operamos comercialmente em 66 países ao redor do mundo.
 

testo

 



Eni Refinarias e Marketing na Europa.

Com 5 refinarias próprias em Itália (Sannazzaro, Livorno, Venice, Taranto y Gela), a Eni é o operador líder em Itália no sector de refinaria e distribuição de produtos petrolíferos.

Neste sector, está também presente na Europa central e oriental através de participações em várias refinarias, em Retail e em Wholesale.

O transporte, distribuição e comercialização dos produtos derivados do petróleo, são feitos, tanto em Itália como em outros países por meio de uma estrutura logística extensa e integrada.

Na Eni, ao privilegiar a venda por grosso de produtos acabados, significa que, os produtos que não são comercializados através da Rede de estações de serviço, e, tendo como objectivo valorizar as necessidades e oportunidades de mercado, recebem um investimento prioritário não só na qualidade, mas também no estabelecimento de relações estáveis e a longo prazo com os clientes, sem esquecer o apoio imprescindível das iniciativas de marketing.

Processo de refinação do petróleo.

A refinação do petróleo para produção de produtos acabados (GPL, Gasóleo, Gasolina) é levado a cabo através de um processo de destilação fraccionada (processo “físico”), seguido de operações de conversão e melhoria (processos / transformações de natureza “química”).
 

testo

 


DESTILAÇÃO FRACCIONADA
A destilação fraccionada é um processo com dois passos:  

  • no primeiro é feito por pressão atmosférica (destilação atmosférica primária ou “topping”) e, ao ser mais volátil, o primeiro produto é o GPL. A este seguem-se as misturas de hidrocarbonetos cada vez mais pesados: nafta (nome dado á gasolina antes do processo de melhoria), querosene (combustível para aviões) e gasóleo;                                                                          
  • e um segundo passo em vácuo (destilação atmosférica secundária ou vácuo).

CONVERSÃO
Os componentes mais pesados dos produtos derivados do petróleo que não conseguem evaporar (diesel pesado e resíduos) são submetidos a um processo de conversão denominado de cracking, com o objectivo de fabricar produtos acabados semelhantes aos produzidos por destilação atmosférica, tais como: GPL, gasolina e gasóleo.

O Gasóleo Theavy é posteriormente enviado para equipamentos de conversão, tais como:
  • Hydrocraking: processo com alta temperatura e hidrogénio a alta pressão para obter o gasóleo.
  • FCC: é um processo de craking térmico / catalítico para obter (principalmente) gasolina.
  • Extracção por solventes: para produção de lubrificantes.

São utilizadas diferentes tecnologias de conversão nas refinarias da Eni, em particular: visbreaking, deasphalting, gasificação, LC, finfing e uma nova tecnologia desenvolvida pela Eni chamada EST (consulte detalhes na continuação).


MELHORIAS
Os produtos obtidos por destilação e conversão são submetidos a um processo de melhoria através do qual são realizadas acções necessárias na transformação dos produtos acabados: GPL, gasolina, combustível para reactores e gasóleo.
Os principais processos utilizados para isso são:
  • dessulfurização com hidrogénio, o que implica um processo para a eliminação do enxofre a fim de limitar a emissão de substâncias contaminantes;
  • optimização, um processo destinado a melhorar o desempenho da gasolina no motor.


 

ENI EST
Este ano, na refinaria de Sannazzaro de Burgondi, foi posto em pleno funcionamento uma fábrica para a conversão de resíduos. A fábrica utiliza uma tecnologia patenteada pela Eni, chamada EST (Eni Slurry Technology) com um rendimento em linha com as expectativas. 

A tecnologia EST tem a vantagem de converter completamente a carga em destilados e melhorar os resíduos da destilação dos crudes pesados e extrapesados, bem como outros recursos não convencionais.

Processo Logístico

São utilizados dois processos diferentes para transportar petróleo até às refinarias da Eni: um processo logístico primário, que utiliza uma vasta rede de oleodutos, e, um processo de fornecimento através de petroleiros para distâncias maiores.

A venda e armazenamento dos produtos acabados, GPL e Crude, é feito com recurso a um processo logístico secundário, em que a Eni é um dos principais actores em Itália, graças à sua rede tubagens própria, gestão directa e um sistema de 15 terminais distribuídos pelo país.

 

testo


As operações logísticas da Eni em Itália estão organizadas como estrutura de “hub”, com três áreas principais através da monitorização e centralização dos fluxos de rotação dos produtos, com vista a garantir maior eficiência, particularmente na recolha e processamento de encomendas.

 

Processo de distribuição por grosso e a retalho

O processo consta de várias etapas: desde a análise e planificação, até o desenvolvimento e controle das vendas.

Todo o processo comercial da Eni está estruturado de forma a garantir a distribuição eficiente de combustíveis com qualidade certificada, para satisfação do cliente, sempre em busca da melhoria do serviço.

Os produtos das refinarias são distribuídos por vários canais: Rede de estações de serviço e venda por grosso.


 

testo


Rede de estações de serviço
A rede, é uma combinação de estações de serviço Eni e Agip (próprias), tanto em Itália como noutros países. Em 31 de Dezembro de 2015, a rede de distribuição em Itália era composta de aproximadamente 4420 estações.
 

Venda por grosso
Este é um mercado de produtos acabados que não são vendidos através da rede de estações de serviço. Neste mercado, a Eni comercializa combustíveis que incluem o gasóleo para transporte, aquecimento, agricultura e para o sector marítimo, bem como gasolina e fuel oil; combustível para aviões. Entre os grandes clientes temos empresas industriais, empresas de serviços, organismos públicos e municipais, e ainda uma vasta gama de outros profissionais.

 

Certificações de qualidade e ambientais

A fábrica de lubrificantes da Gavá possui um sistema de gestão focado na melhoria contínua da qualidade, respeito ao meio ambiente e à saúde e segurança das pessoas. Possui as seguintes certificações, que podem ser descarregadas em formato PDF a partir dos seguintes links:

ISO 9001: 2015
ISO 14001: 2015
OHSAS 18001: 2007